Na próxima segunda-feira (30) o GRAV vai deixar as leituras de lado pra poder assistir ao Nosferatu de F. W. Murnau. Considerado o precursor dos filmes do gênero de horror, a fita foi lançada em 1922 e se tornou um clássico do cinema expressionista alemão.

Nosferatu - eine Symphonie des Grauens

Aí vai uma breve sinopse:

 O agente imobiliário Hutter (Gustav von Wangenheim), viaja até os Montes Cárpatos para vender um castelo no Mar Báltico cujo proprietário é o excêntrico conde Graf Orlock (Max Schreck), que na verdade é um milenar vampiro que, buscando poder, se muda para Bremen, Alemanha, espalhando o terror na região. Curiosamente quem pode reverter esta situação é Ellen (Greta Schröder), a esposa de Hutter, pois Orlock está atraído por ela. Considerado um clássico do Expressionismo, este filme é uma versão não-autorizada do “Drácula” de Bram Stoker e a primeira adaptação da história do conde vampiro para o cinema.  (fonte:http://www.interfilmes.com/filme_14038_Nosferatu-(Nosferatu.Eine.Symphonie.des.Grauens).html)
Alguns links úteis, de críticas e artigos na internet:
 
As reuniões do GRAV  acontecem, toda segunda-feira, às 19h, no Cemuni V.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s