Em módicos módulos ad eternum

Módulo

Bibliografia

1º módulo
Inícios

ARAÚJO, Inácio. O cinema em movimento. São Paulo: Scipione,

ESPINAL, Luis. A consciência crítica diante do cinema. São Paulo: LIC Editores, sd.

BERNARDET, Jean-Claude. O que é cinema. 4ªed. São Paulo: Brasiliense, 1981.

DUARTE, Rosália. Cinema e educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

COSTA, Antônio. Compreender o cinema. Rio de Janeiro: Globo, 1987.

2º módulo

Estéticas,

Teorias e algo mais.

AUMONT, Jacques et. al. A estética do filme. Campinas: Papirus, 1995.

STAM, Robert. Introdução à teoria do cinema. Campinas: Papirus, 2003.

BURCH, Noel. Práxis do cine. São Paulo: Perspectiva, 1998.

XAVIER, Ismail. O discurso cinematográfico. A opacidade e a transparência. 3ªed. São Paulo: Paz e Terra, 2005.

VANOYE, Francis; GOLIOT-LETÉ, Anne. Ensaio sobre a análise fílmica. Campinas: Papirus, 1994.

3º módulo

Leituras e reflexões

CASETTI, Francesco; di CHIO, Frederico. Como analizar un film. Barcelona: Paidós, 1991.

AUMONT, Jacques; MARIE, Michel. Análisis del film. Barcelona: Paidós, 1990.

GODARD, Jean-Luc. Introdução a uma verdadeira história do cinema. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

KLUGE, Alexander. O quinto ato. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

ALEA, Tomás Gutiérrez. Dialética do espectador. São Paulo: Summus, 1984.

TARKOVSKI, Andrei. Esculpir o tempo. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

4º módulo

Muito mais teorias

RAMOS, Fernão Pessoa (org). Teoria contemporânea do cinema. Volume I. Pós-estruturalismo e filosofia analítica. São Paulo: SENAC, 2005.

RAMOS, Fernão Pessoa (org.). Teoria contemporânea do cinema. Volume II. Documentário e narrativa ficcional. São Paulo: SENAC, 2005.

AUMONT, Jacques. O olho interminável. Cinema e pintura. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

5º módulo

Escritos esparços

STAM, Robert. O espetáculo interrompido. Literatura e cinema de desmitificação. São Paulo: Paz e Terra, 1981.

DANEY, Serge. A rampa – Cahiers du Cinema 1970-1982. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

XAVIER, Ismail. O olhar e a cena. São Paulo: Cosac Naify, 2003

DUBOIS, Philippe. Cinema, vídeo, Godard. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

MACHADO, Arlindo. Pré-cinema & pós-cinemas. Campinas: Papirus, 1997.

6º módulo

Pura filosofia

METZ, Christian. O significante imaginário. Psicanálise e cinema. Lisboa: Livros Horizonte, 1980.

LAVRADOR, Gonçalves. Justificação estética do cinema. Lisboa: Plátano Editora, 1974.

DELEUZE, Gilles. A imagem-movimento. Cinema I. São Paulo: Brasiliense, 1985.

DELEUZE, Gilles, A imagem-tempo. Cinema II. São Paulo: 1990.

O quadro está bastante carregado e implica numa relação bastante “fanática” com a idéia dos estudos cinematográficos – muito prioritariamente – e audiovisuais, de quebra. Ele não indica como aborda-lo, ou seja, o quadro serve (fica como) de indicação de “rumos”, uma sugestão que só se torna factível a partir de dinâmicas e modos de estudo construídos de acordo com as possibilidades e interesses do grupo.

Há uma espécie de “dificuldade crescente”, por isso talvez seja interessante seguir a ordem das leituras propostas – pelo menos no concernente à seqüência dos módulos. Visto internamente, os textos de cada módulo podem ser intercambiáveis – algo menos válido para o primeiro módulo. Nele, sim, há praticamente, uma ordem desejável.

Creio que após o segundo módulo é possível amplas transgressões. Contudo… a dificuldade de alguns textos dos módulos avançados é crescente em relação aos que os antecedem. Como não se sabe a priori “quem” é o leitor…

O Núcleo de Pesquisa deve existir em função de uma produção teórica genuína e de espectro variado – textos para o blog do GRAV, para a revista do GRAV, para encontros de estudiosos de Cinema e Audiovisuais (Socine e semelhantes), para encontros de Comunicação (Compos, Anpocs e semelhantes), para preparar projetos de estudos em mestrados, doutorados, para sites e revistas da área, etc. Importante é que resulte em textos – e isso foi muito reforçado na reunião realizada.

GRAV – Junho de 2008.

Anúncios

»

  1. Nair Rubia disse:

    Nooossa,

    Tô babando e querendo crer que toda essa organização e pré-disposição com a pesquisa audiovisual é comum a todo o grupo.
    Estou me organizando aqui no planalto central para acompanhar a distancia os estudos e debates.
    Como daí sairão muitos trabalhos para o encontro da Socine, já sei que vou receber hóspedes, não é mesmo? 😉

    Grande abraço ao grupo,
    Nair

  2. […] semestre com uma série de seminários que pretendem apresentar os textos do módulo 1 do nosso Curso Intermitente de Estudos Audiovisuais. Se […]

  3. […] listinha-mini-curso-de-cinema, de onde paramos, o texto do Jacques Aumont, A estética do filme. Aqui tem a listinha, pros perdidos se acharem e retomarem as […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s