Quarta-feira, 23 de abril – 18h30

Pátio do Cemuni V – UFES

Marcamos finalmente a grande reunião de organização do Grav! Ela é aberta a todos os interessados em participar do Grupo. Os que estão longe, vamos tentar fazer desse blog um instrumento de debates e idéias.

PAUTA:

Debate e execução das resoluções tomadas no início do ano, que são:

O que fazer com o Grav este ano? O Grav vai fazer jus ao seu nome, Grupo de Estudos Audiovisuais, e se transformar em Grupo de Pesquisa. As sessões semanais se transformam em reuniões de discussões de textos escolhidos. Continua organizando mostras e seminários, e as discussões dos textos têm como compromisso a produção de artigos para a publicação da revista, a princípio semestral. Também é responsável por organizar a produção de programas para a TV Ufes. Ufa! Todos os assuntos serão detalhados a seguir.

1) 1) Funcionamento do Grupo de Pesquisa: como a pesquisa tem como principal objetivo a produção da revista, a cada semestre os membros do grupo vão definir o tema da publicação. A partir desse tema, o grupo define a bibliografia básica, que será lida por todos, e debatida em reuniões a princípio quinzenais. Mas cada membro fará também suas leituras individuais, e no final do semestre artigos têm que ser paridos. São eles que vão alimentar o grosso da revista, além da chamada dos trabalhos. Enfim, vai ser um grupo mais comprometido com a pesquisa mesmo. Com isso, sem dúvida ele fica mais “fechado”, restrito às pessoas interessadas no estudo. No entanto, permite aos “auto-exilados” uma participação maior, tanto no debate de textos por internet, quanto na troca de idéias e produção de artigos. E também forma um grupo mais coeso, mais comprometido, que pode funcionar mesmo sendo pequeno. Ou grande, não importa.

2) 2) A Revista: vai ser essa, com um tema central, mas não único. Pode ter artigos soltos também. Segue a mesma lógica de antes, mas que ainda não se concretizou: abrimos uma chamada de trabalhos, teremos um conselho editorial, os membros do grupo vão se capacitando para a produção de artigos, e temos a revista.

3) 3) Seminários: além de preparar a revista, o grupo de pesquisa se organizará para preparar os seminários. A idéia é que eles tenham o mesmo tema da revista, e nesse seminário cada número da revista será lançado. Com isso, os membros do grupo estarão mais bem preparados tanto para apresentar trabalhos quanto para levar um debate. A idéia é também chamar pessoas de outros lugares, que vão debater o tema proposto, e também escrever um artigo que entraria na revista (tipo o seminário da Vale!). Os seminários, como a revista, seriam semestrais.

4) 4) Mostras: a idéia da mostra continua a mesma – temos uma idéia e fazemos uma mostra. Quer dizer, seriam mostras mais simples. Queremos continuar com os CurtaGrav, que são fáceis de organizar, e deram muito certo nas suas edições passadas. Basta a disposição de algumas pessoas!

5) 5) TV Ufes: aí surge o outro braço do Grav: o Grav como cabeça pensante, coordenadora de programas para a TV. Quer dizer, ele não entra com a mão-de-obra diretamente (também pode, claro, se alguém quiser!), mas entra na elaboração, no pensamento de um programa. Com a idéia formada, abre uma “seleção” para formar uma equipe, com pessoas de qualquer lugar, de outros cursos. E fica mais gerenciando essa produção, desde que consiga montar essa equipe.

O programa: pra começar, transformamos cada idéia em um quadro de um único programa tipo revista. Então temos vários quadros: um para discutir Filosofia – tendo como referências o antigo Comentário Geral, da TV Cultura, o quadro da Viviane Mosé, o TV Filosofia, que tem no youtube –, um que seria feito em parceria com o Conexões de Saberes e os estudantes de origem popular, um sobre política, um sobre audiovisual, sobre música, sobre artes, jornalismo gonzo. Bom, precisamos de uma reunião (ou mais de uma) só pra pensar a TV. Mas o principal é que o espaço está aí, e nós estamos dispostos a ocupá-lo. Pra começar, podemos fazer um programa por mês, até que ele fique mais constante. E cada quadro que for crescendo, vira um programa independente, e incorpora novas idéias, e etc.

6) Blog/site: o blog continua no ar, servindo de apoio para as discussões do grupo. Os membros podem escrever pequenos textos ou idéias, que são alguns questionamentos do seu artigo, textos sobre a construção dos programas de TV, comentários sobre filmes, qualquer coisa. É legal pra abrigar essas pessoas que estão longe, mas querem contribuir de alguma forma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s